Hoje eu tô que tô
E a noitada vai ser boa
Dei um "lima" na patroa
E fugi pro arrasta pé

Eu só viciado em muié
Tô pegando até as tias
E salve-se quem puder
Que hoje eu tô pra gritaria

Quando eu "enlóco"
Nem o diabo me segura
Me atraco nessas doçuras
Só pra ganhar cafuné

Se precisar eu digo até que amo
Pego as boneca de pano
E saio batendo pé

Boneca de pano
Deita nós meus braços
Arrasta os cabelos
E requebra pra tudo que é lado
Boneca de pano
Deita nos meus braços
É no bate coxa que eu fico apaixonado

No meio da noite
É que o xixo fica bom
Já tapado de batom
Danço com as moça faceiro

Eu meu gasto nas vaneras
Trato elas com carinho
Mas sou flor de bagaceira
E elas amam esse "veinho"

Quando eu percebo
Já se foi até os pilas
Que eu guardei pra gasolina
O que eu vou dizer pra muié

Mas não dá nada
Coitadinha da Dedeca
Só por causa das bonecas
Eu vou embora de a pé

Vídeo incorreto?