Mal em um armário


Nós éramos iguais nas palavras
Você...
Você terminou minha sentença
Eu posso nunca atrair o amanhã
Empurra-me de lado

Eu afundo-me nas águas profundamente
Sua presença faz-me flutuar
Longe das profundezas onde os segredos se encontram
Talvez em uma outra vida
Eu poderia ser o primeiro a encontrar você

Eu leio um poema
Prendo minha respiração
Mas esse momento se foi
Pela primeira vez eu senti que a vida machuca um pouco
Eu preciso de uma opção,
Uma razão
E alguma esperança

Grito para mim, eu quero
Ser sua luz que brilha
Mas meu chão está tremendo, e eu posso cair
Eu desejo que eu pudesse dizer... Eu desejo que eu pudesse ser seu
Mal... mal em um armário