Todos os anos
No dia de S. Martinho
É uma velha tradição
A castanha e provar vinho

Novos e velhos
Na adega do tio Zé
Castanha assada ou cozida
E beber muita água-pé

Mas ao jantar
Há uma separação
Os velhos sentam-se à frente
Os novos vão para o salão

E o que eu gosto
É de confraternizar
Com os novos e c'os velhos
Ando sempre a cantar

Eu vou comer c'os velhos - vou comer
Eu vou comer c'os velhos - vou comer
Adoro comer c'os novos, é um prazer que satisfaz
Comer c'os novos ou velhos para mim tanto me faz (BIS)

Todos os anos
No dia de S. Martinho
É uma velha tradição
A castanha e provar vinho

Novos e velhos
Na adega do tio Zé
Castanha assada ou cozida
E beber muita água-pé

Mas ao jantar
Há uma separação
Os velhos sentam-se à frente
Os novos vão para o salão

E o que eu gosto
É de confraternizar
Com os novos e c'os velhos
Ando sempre a cantar

Eu vou comer c'os velhos - vou comer
Eu vou comer c'os velhos - vou comer
Adoro comer c'os novos, é um prazer que satisfaz
Comer c'os novos ou velhos para mim tanto me faz (BIS)

Vídeo incorreto?